Exterminador do Futuro: Destino Sombrio ( Terminator: Dark Fate -@Terminator #TerminatorDarkFate)

The story so far: Another time disruption brings two new soldiers from a distant future: Grace, who’s mission is to insure the survival of the new humam lider and Rev-9 a killer robot that is programmed to kill the future humam savior.

Neither Grace or Rev-9 are prepared for another set of fighthers, both in search of a meaningfull life

MV5BMTEzMTY5ODkyMTheQTJeQWpwZ15BbWU4MDgxMTQzMDYz._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_
Dani (Natalia Reyes) Grace (Mackenzie Davis) Sarah Connors (Lida Hamilton)

Sinopse

Uma brecha temporal trás para o presente dois novos guerreiros de um futuro distante: Grace, cuja missão é proteger a liderança humana que comandará a resistência humana e Rev-9 um robô assassino.

Porém, nenhum dos dois contava com a presença de um outro par de jogadores, ambos em busca de uma vida que tenha sentido e de vingança.

MV5BM2I2ZGVjMGQtNWJlOS00MDU1LTgxZjEtMmQ0OGM2MmQ5MjA3XkEyXkFqcGdeQXVyNjg2NjQwMDQ@._V1_SX1777_CR0,0,1777,999_AL_
Ready or not here i come !

Crítica

Exterminador do Futuro: destino sombrio é o mais novo filme da franquia e cronologicamente se situa entre o segundo e terceiro filmes, criando uma nova linha temporal e descartando as demais produções, ao retomar o que podemos chamar de narrativa original.

Exterminador do Futuro: destino sombrio tem o roteiro perfeito para atrair a atenção de uma nova geração de admiradores das aventuras de Sarah Connors e da resistência humana, pois funciona como um retcon (retificando erros e disparidades dos outros filmes) associado a uma história de origem.

A  junção de novos e velhos elementos-trazendo este filme para a linha temporal original- irá agradar aos velhos aficionados da franquia, aquela geração que cresceu dizendo “I’ll be back” e precisa de um filme que honrasse os dois filmes originais.  Ao mesmo tempo, este novo filme se utiliza de elementos clássicos de filmes de ação e aventura alem de uma história instigante e diferente o suficiente das demais produções para cativar novos fãs.

Tim Miller, o diretor, é conhecido por atuar  como produtor, roteirista, na área de efeitos visuais e animação e como assistente de direção; desta maneira podemos dizer que ele conhece boa parte do processo de montar um filme e isso permite que ele reconheça e corrija com rapidez elementos dissonantes em uma produção.

Miller ganhou reconhecimento ao se arriscar na direção de Deadpool, um filme baseado em um personagem complexo, que sistematicamente quebra a quarta parede (a dimensão fatasmal que separa personagens da plateia) é reconhecidamente desbocado e propenso a violência mas essencialmente trágico e psicologicamente complexo.

A maneira como Miller traduziu o mundo de Deadpool para o cinema o crismou como um diretor de destaque no cenário dos filmes de ação.

Blindado pelo marcante sucesso ele pode levar para O exterminador do Futuro-um filme significativamente diferente de Deadpool- cenas de ação marcantes de ação, bons efeitos especiais usado com grande competência sem deixar de lado o desenvolvimento psicológico das protagonistas.

James Cameron (o idealizador da franquia Terminator\Exterminador) e Charles H. Eglee são os responsáveis pelo excelente roteiro que, entre as muitas qualidades, reorganiza toda a franquia a ponto de permitir uma nova e significativa trilogia, focada na construção da lider da resistência humana, seu treinamento e relação com os personagens que a acompanham, sejam eles mentores ou adversários.

Cameron e Eglee, ambos com experiência em escrever bons papeis para protagonistas mulheres (considere Avatar, Dexter, True Lies e Titanic ) construíram uma história livre das amarras machistas dos filmes de ação da década de 90.

Com isso o filme se torna atual e d certa maneira um expoente na apresentação de mulheres fortes, responsáveis por seus futuros e independentes. A atenção aos detalhes na construção das protagonistas inclui a transformação de Sarah Connors em uma mera replicadora do discurso masculino para um novo entendimento da realidade na qual mulheres são lideres.

FUN FACTS

Para quem conhece a série Exterminador do Futuro este filme trás homenagens marcantes aos filmes anteriores:

  • A primeira perseguição do filme se dá de forma muito semelhante a forma como T 1000 persegue John Connors no segundo filme: um veículo grande e potente contra um menor. A cena ainda contém a destruição de uma parede reproduzindo quase que imagem por imagem a perseguição no segundo filme
  • Alem da frase padrão do filme (I’ll be back) uma outra frase importante tambem esta presente: there is no future but what we make (não existe um futuro que não aquele que nós fazemos)
  • No filme caso voce consiga reparar, o personagem de Schwarzenegger interage com um cão sendo que nos primeiros filmes cachorros são utilizados para identificar os modelos T101.

O filme conta com efeitos especiais impressionantes apesar de não serem inovadores. Usados com eficacia se tornam parte do filme sem que tirem o foco da ação e dos personagens principais. A maquiagem, principalmente a medida que o filme se aproxima do final e os robos sofrem com os danos é um espetáculo a parte.

Gabriel Luna – o antagonista do filme. Interpretando Rev-9 Luna transmite a determinação e objetividade, marca significativa dos Exterminadores sejam eles T 101 o modelo interpretado por Schwarzenegger ou o T1000 o modelo líquido magistralmente intereprtado por Robert Patrick.

A diferenbça no tamanho entre Luna e sua contra parte robótica tambem lembra a diferença entre T 101 e T 1000. Luna interpreta com mais humanidade seu robo assassino interagindo mais com os humanos a volta dele fazendo com que o personagem seja mais aceito.

MV5BMzE3ZTIyZjgtNTU4Zi00NGZlLWE4ZmYtOTUzYWFiNzk1NTBmXkEyXkFqcGdeQXVyNjg2NjQwMDQ@._V1_SY1000_CR0,0,1499,1000_AL_

Linda Hamilton (Sarah Connors) e Arnold Schwarzenegger ( T 101 ) são os dois elementos de ligação entre as diferentes linhas temporais da franquia. A presença de ambos explica as fraturas temporais e une todos os filmes em uma unica cronologia (Exterminador 1, 2 e este filme).

Linda Hamilton demonstra vitalidade e brutalidades típicas dos heróis de ação da década de 90. Impulsiva, violenta e incapaz de entender mudanças. Sua personagem é a que apresenta maior crescimento psicológico e emocional.

Arnold Schwarzenegger repete com competência seu papel mais significativo e o roteiro permite espaço para seu personagem se tornar algo mais do que somente um robô seguindo uma programação, expandindo assim a mitologia da série.

Mackenzie Davis ( Grace) e Natalia Reyes (Dani) reproduzem aqui a dinâmica originalmente vista entre Hamilton e Schwarzenegger a mais de 20 anos. Davis atua como um reflexo de Luna, igualmente determinada e inflexível porém movida pelo amor e confiança na futura líder da resistência.

Reyes tem um trabalho brutal neste filme. Tentar se mostrar relevante, inicialmente como uma vítima de um futuro do qual ela não pode escapar e posteriormente se tornando a lider que a resistência precisa. Isso tudo interpretando diante dos personagens originais do filme que detém toda a atenção das câmeras.

Reyes consegue se mostrar mais relevante na segunda metade do filme para o final.

 

Soundtrack: tha music is taken care of in the best way possible.

Veredito.

MV5BMGVmMGVhZmUtMGRhYS00NTMzLWJlNmQtNTEzZGM1NmExNDIxXkEyXkFqcGdeQXVyMTA3MzQ4MTc0._V1_SY1000_CR0,0,640,1000_AL_

Terminator: Dark Fate puts the best of all previous movies (including Genesys) in one cohesive story. By doing so, James Cameron uses the timeline shift, to adjust and include every single movie in a lengthy action packed film that may restart the franchise, altough it may not be required.

Camaron and Miller put a well tought movie together by bringing along the best characters, unmodified in its core (the main driving ponts) but heavily evolved and amplified so they can fit in the new storyline.

This movie is a must see if you are above 40 and grew up wishing you could blow up the terminator. It is full of great action scenes, great punch lines and jokes and full on drama. The make up and special effects alone make this movie wirth seeing. If you a new to the Terminator franchise go back to the first 2 movies then jump right to this one.

Exterminador do Futuro: destino sombrio é possivelmente o melhor filme da franquia. Comparável ao impacto dos dois primeiros filmes, combinados em uma história um pouco longa mas renovada e filmada de forma competente. Um filme para os velhos fãs da franquia!

Se você não conhece o filme original sugiro que volte e assista aos dois primeiros antes de assistir a este!

Merece/Scores 4 out of 5 Kaboons

giphy giphy giphy giphy

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s