Crítica: Te peguei! (TAG)

em

The story so far: We don’t stop playing because we grow old. We grow old because we stop playing. That’s a good saying from irish writer George Bernard Shaw and that’s it…..unless you are Hogan, Bob, Chilli, Jerry or Sable who are playing the same game of TAG for 30 years.

The problem is that Jerry is untouchable; he was never it. But now his friends are planning to change that.

Sinopse.

Você não para de brincar porque envelhece. Você envelhece porque para de brincar. A frase do dramaturgo irlandes George Bernard Shaw é genial e vale para todos. Porém um grupo de amigos levou a ideia ao extremo e continua jogando o mesmo jogo de Pique Pega a 30 anos.

O problema é que um dos competidores nunca foi pego e agora seus amigos planejam um ataque para mudar isso para sempre

MV5BMjNjYzVkNmMtY2VhNC00ZDg2LTlkNmItMzYzOTI4NzIwYTQ5XkEyXkFqcGdeQXVyNjMxMjkwMDg@._V1_SY1000_CR0,0,1333,1000_AL_
Jerry (Renner) is a escape artist and if he is cornered he turns into a beast.

Crítica.

Te peguei (Tag) pode ser considerado o equivalente cômico de Missão Impossível. Esta comédia, possivelmente uma das melhores o ano (Filmose acredita que Uncle Drew é o único concorrente, ate o momento, capaz de arrancar mais risos) é repleta de boas cenas de perseguição, usa efeitos especiais e posicionamentos de câmera como um bom filme de aventura e a trama central é cativante.

Os personagens são bem desenvolvidos e suas histórias bem trabalhadas. A direção se preocupa em construir a história-de forma não linear pois existem flash back que ajudam a entender a trama- em torno da vivência dos personagens e da relação entre eles. O jogo de Pique Pega é  somente um elemento da história e não o foco principal.

MV5BMmUzNzdlYmEtZTE0Mi00NDcwLTlhNDEtYTFiMTJiODQzODAzXkEyXkFqcGdeQXVyNjczMDkzOTA@._V1_SX1777_CR0,0,1777,740_AL_
Game on.

Jeff Tomsic, o diretor, com boa experiência com curtas e programas de Tv conduz o filme de forma inteligente. Ele constrói momentos para avançar a trama, apresentar a relação entre os personagens, elaborar histórias paralelas. As sequencias de ação lembram filmes de ação como 300 e filmes de aventura como Sherlock Holmes.

Tomsic utiliza bem a camera lenta e os closes como elemento para descrever as cenas e construir os personagens através dos olhos de Jerry. Sem exagerar na coreografia dos “combates” o filme permite utilizar um humor mais físico sem abrir mão de caretas e piadas para descrever as situações inusitadas.

Apesar do filme ter como base um evento real, Tomsic não se deixa limitar e o filme tem um ritmo acelerado, com algo acontecendo a todo momento, o que mantem quem assiste atento pois a todo instante algo novo é apresentado.

MV5BNjI0Mzg5ZmMtYTI1OC00YjAzLTgxYjgtZmNiZjAyYTdmZWM4XkEyXkFqcGdeQXVyNjUxNTQ5OTA@._V1_SY1000_CR0,0,1282,1000_AL_

O roteiro é uma adaptação de eventos da vida real. Rob Mckittrick e Mark Steilen, ambos tem uma sólida carreira como roteiristas, não tiveram problemas para inserir no roteiro os elementos de ação que transformaram essa comédia em um filme divertido e inusitado.

A trama , a principio, parece simplória: amigos que anualmente participam de um jogo de pique. Porém, é fácil notar que o jogo é somente um artifício para falar das relações mais profundas entre amizade e relacionamentos. Através desa brincadeira vemos adultos saudáveis, com carreiras de sucesso, relacionamentos estáveis, sonhos e projetos compatíveis com a vida adulta.

Descobrimos que o jogo nunca os impediu de levar uma vida saudável e somente fortaleceu o laço de amizade entre eles. As tramas paralelas, como os amores da juventude que voltam para assombrar os amigos existe e faz parte da história principal, com isso o filme se torna ágil porque não se desvia da história principal.

Tecnicamente o filme não apresenta nenhuma novidade na forma como é filmado. A fotografia acompanha bem a construção de uma cidade tradicional americana genérica.

MV5BMjM5MDA5MTkwMF5BMl5BanBnXkFtZTgwNDA1ODE2NTM@._V1_SY1000_CR0,0,1498,1000_AL_
Para uma comédia, Tag tem uma das melhores cenas de “luta” do cinema.

Jeremy Renner é sem dúvida o protagonista do filme. Mesmo sem ter destaque o o maior tempo de tela, seu personagem é o que impulsiona o filme. Ed Helms, conhecido por seu papel em se Beber não case, é o foco cômico do filme, sendo sua responsabilidade disparar as principais piadas e comportamentos engraçados. Jon Ham e Jake Johson dividem a melhor trama paralela do filme-ao mesmo tempo adolescente e adulta- e Hannibal Buress destoa do grupo ao apresentar um humor mais ácido.

Isla Fischer e Anabele Wallis compõem o principal time feminino. Fischer é uma atriz de comédia nata. Wallis parece um pouco deslocada e o roteiro esquece sua existência de tempos em tempos.

MV5BMjExMTM4MTQ2OV5BMl5BanBnXkFtZTgwMjA5NjgwNTM@._V1_SY1000_CR0,0,635,1000_AL_

Veredito.

If you enjoy a good comedy movie you will have a blast with this one. There is nothing holding this movie back.

Uma comédia divertida. Um bom programa para a familia no final de semana.

Merece 4 Clapping Kanes.

slow_clap_citizen_kane slow_clap_citizen_kane slow_clap_citizen_kane slow_clap_citizen_kane

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s