Crítica Inédita: Teen Titans- Judas Contract

em

Introdução.

O Contrato de Judas é uma animação original da Dc Comics. O roteiro, baseado em uma dos quadrinhos mais importantes, do grupo de jovens heróis; lançada no início da década de 80, fala sobre o amadurecimento da equipe. Pela primeira vez eles enfrentavam uma compatível com suas habilidades. As consequências desta saga repercutem ate hoje, mesmo após tantos retcons.

Curiosidade.

Mesmo com algumas alterações importantes, e necessárias, para que os novos leitores de quadrinhos e fãs dos filmes entendam o que acontece na história, esta animação se liga aos desenhos anteriores.

Sinopse.

Os Novos Titans, agora liderados pela alienígena Estelar, ja se estabeleceram como heróis. Atualmente o grupo dirige sua atenção para o lider cultistas conhecido como Irmão Sangue, um poderoso empata que preserva sua força e juventude se banhando no sangue de aliados e inimigos.

Devido ao perigo da missão, Asa Noturna, retorna para o convívio de seus amigos, com a intenção de ajuda-los a capturar o vilão, que parece sempre estar um passo a frente dos ataques do grupo. Sua presença, apesar de bem vinda, desestabiliza a liderança de Estelar e provoca desconforto no membro mais novo da equipe; a jovem Terra.

A medida que os jovens heróis se aproximam do confronto final com o Irmão Sangue, os laços de amizade e fidelidade da equipe serão testados.

Crítica.

A direção de Sam Liu, responsável pelas excelentes animações Batman: year one, Crisis on two earths e The Killling Joke, aliado ao roteiro original de Marc Wolfman, que sofreu alterações mínimas e necessárias para atualizar a história, resultou em uma das melhores animações do universo Dc comics. O filme é objetivo, com excelentes cenas de luta, com um roteiro sem falhas e dramático o suficiente para ser posteriormente aproveitado como gancho para outras animações.

O time da Warner Bros de animação mantém a qualidade habitual e o mesmo estilo estético dos demais filmes de animação da franquia.

Os talentosos Stuart Allen, Taissa Farmiga, Sean Maher, Christina Ricci  e Miguel Ferrer emprestam suas vozes para heróis e vilões ja conhecidos do público.

Veredito.

Uma das melhores animações da Dc Comics. Ocupa um espaço esquecido pela Marvel. O resultado vai agradar a quem se lembra do quadrinho e quem esta conhecendo os personagens através dos novos 52 e Rebirth.

Merece 3 Clapping Kanes.

slow_clap_citizen_kane slow_clap_citizen_kane slow_clap_citizen_kane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s