Crítica Inédita: Max Steel (2017)

Sinopse.

 

Max McGrath e sua mãe finalmente voltam para a cidade aonde ele nasceu. Preso a uma rotina e sem amigos, os dias se arrastam entre dolorosas lembranças da morte do pai e as tentativas de sobreviver as demandas da escola.

Quando a vida parecia melhorar, Max descobre que é capaz de gerar uma estranha energia, capaz de energizar aparelhos elétricos ou destruir tudo a sua volta. Os surtos de energia despertam Steel, uma entidade biotecnológica capaz de ajuda-lo a controlar seus poderes.

Juntos podem combater outros seres que estão decididos a dominar a Terra. Juntos podem desvendar quem matou o pai de Max. Juntos podem despertar a força turbo e salvar a todos.

Crítica.

Baseado em um brinquedo fabricado pela Mattel, que iniciou sua produção em 1997, e desenvolvido a partir de uma série animada, transmitida pelo Cartoon Network em 2000; Max Steel o filme live action segue religiosamente a proposta do brinquedo\desenho: a luta entre o bem e o mal.

A direção de Stewart Hendler, cujo trabalho mais significativo é a mini série Halo 4: Forward Unto Dawn e o roteiro de Christopher Yost, responsável pelo confuso Thor: o mundo sombrio,produzem um filme com uma fotografia ruim (tomadas demasiadamente escuras), cenas de ação que pouco empolgam e personagens genéricos sem profundidade. 

Ben Winchell, que interpreta Max, divide o filme com Maria Bello (Payback e Janelas Secretas) e Andy Garcia (Onze Homens e Um segredo e O Poderoso Chefão 3) e consegue se destacar com a interpretação mais solida do filme.

Veredito.

Max Steel tem um público alvo definido: crianças ate 12 anos. O filme tem um início divertido, os conflitos adolescentes típicos ajudam a introduzir os personagens e estabelecer as relações entre adultos e jovens; heróis e vilões.

Tudo ocorre de forma muito didática e previsível. O roteiro não apresenta nenhuma novidade, os efeitos especiais parecem reciclados, as cenas de ação que deveriam sar a grade atração não ocorrem na quantidade suficiente e não apresentam nada de novo.

Merece 1 Clapping Kanes.

slow_clap_citizen_kane

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Incrível! O ator Andy Garcia se compromete muito com o personagem. O elenco deste filme é ótimo, eu amo os melhores filmes de drama onde Andy Garcia aparece, o ultimo que eu vi foi Meu Jantar Com Hervé, adorei! De todos os filmes que estrearam, este foi o meu preferido, eu recomendo, é uma historia boa que nos mantêm presos no sofá. É espetacular. Pessoalmente eu acho que é um filme que nos prende, tenho certeza que vai gostar, é uma boa história. Definitivamente recomendado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s